Ícone do site

A ORIGEM – Parte 1

Os mais antigos cheiros são os da fumaça que são obtidos da queima de madeiras, ervas e especiarias. Por isso o nome perfume que vem do Latim  per (através) e fumum (fumaça)

Acredita-se que a origem do perfume se deu a partir de 3.000 a.C..no esplendor da civilização egípcia. Os arqueólogos encontraram no Egito, vasos de perfumes em alabastro, que remontam ao terceiro milênio antes de Cristo

Os antigos Egípcios reservavam inicialmente as fragrâncias para os mortos e para os deuses como oferenda nos rituais funerários, mas, posteriormente os perfumes transpuseram os limites dos templos e das pirâmides e se transformaram em um acessório apreciado pelas pessoas vivas e ricas. Consta que elas utilizavam os perfumes não apenas para embelezar e obter a boa vontade dos deuses, mas também como  um presente que o marido dava para a mulher, e vice versa, para favorecer a harmonia familiar.

A preparação dos perfumes no Antigo Egito era tarefa exclusiva dos sacerdotes que trabalhavam nos laboratórios anexos aos templos.

Texto retirado da Palestra realizada no IAD da UFJF Perfumes : História, anatomia e comercialização de Antonio Nolasco

 

Sair da versão mobile